quinta-feira, 7 de abril de 2011

Relaxamento para crianças

(imagem divulgação)
Vivemos numa sociedade com um ritmo acelerado onde o nosso tempo tem valor consoante o quanto fazemos ou produzimos com ele. Raramente tiramos uns momentos para relaxar devidamente e é desta forma que servimos de modelos às nossas crianças. Por isso, não é de surpreender que a maioria delas estejam envolvidas numa variedade de atividades extra curriculares e desportos. O fato é que, em muitos casos, sobrecarregamos tanto as nossas crianças com esforços novos e diferentes que elas não têm oportunidade de aprender a repousar. Contrariamente aos valores energéticos da nossa sociedade, o relaxamento e a meditação podem criar bem estar e motivação. Mais do que isso, permitem que uma pessoa se vire para dentro de si, que se conheça e, em consequência, fique em paz consigo mesma.
Qualquer pessoa que lida com crianças pequenas sabe que a sua energia não tem limites e lhes é difícil ficarem quietos. Entretanto, é possível deixá-los mais calmos e relaxados sim.
Então, ensinar as crianças a relaxar significa basicamente ajudá-la a ligar-se com o seu eu interior, incluindo a sua imaginação e a verdadeira essência do seu ser. Por isso proponho aos professores usar exercícios de relaxamento para dar tempo as crianças exercerem sua criatividade, para praticarem a atenção e estarem livres de preocupações. Tenho usado essa técnica de relaxamento toda vez que a turminha está agida. Ter tempo para relaxar pode, no mínimo, reduzir a ansiedade e aumentar a capacidade de resolução de problemas. Por vezes, o simples fato de focar a atenção numa tarefa diferente permite que surjam ideias novas e frescas.
O relaxamento pode ainda ajudar uma criança zangada e/ou frustrada a acalmar-se e a repensar uma situação.
Uso a seguinte técnica: peço que deitem no chão numa posição e local confortáveis. Em seguida, peço que respirem fundo uma ou duas vezes e deixem que os seus olhos se fechem, se assim quiserem (se a criança estiver muito irrequieta, fazer com que ela se concentre na sua respiração pode ser o suficiente para a acalmar um pouco.) Depois, começo  falar de lugares que eles possam estar, numa bosque, onde tem cachoeira etc. Sempre uso músicas com sons da natureza, (existe uma variedade de técnicas diferentes que podem ser úteis na indução de um relaxamento). Crianças mais velhas podem simplesmente querer tempo para descansar um pouco ou pensar em privado. Para outras crianças, continuar com mais algumas respirações profundas pode ser o suficiente. Segue algumas outras sugestões para incorporar momentos relaxantes na vida das crianças.

- Use imagens mentais:

Faça com que a criança imagine que é molinha como uma boneca de trapos, com cada parte do seu corpo (braços, pernas, cabeça...) a sentir-se cada vez mais como gelatina. Ou então peça lhe que imagine as ondas numa piscina ou no mar. Peça-lhe que permita que o seu corpo sinta a água suave nos seus braços e pernas e, por fim, passar através destes. Talvez possam gostar duma visita amigável de um golfinho, uma estrelinha do mar ou alguns peixes tropicais coloridos. Peça lhe que imagine uma conversa em que as criaturas usam palavras relaxantes e talvez até lhe tragam uma mensagem especial. Deixe que a criança escolha a cor da água, da areia e dos peixes. A imaginação, não a realidade, é a chave nesta situação.
Existem muitos lugares diferentes para onde os seus pensamentos a podem levar (talvez ao parque ou ao seu passeio favorito). Por vezes, pode querer falar antes e ver aonde a sua criança quer ir mentalmente, outras vezes pode deixar à vontade dela. Se a ideia da criança é imaginar uma caça ao tesouro ou uma festa de aniversário, também pode ser. Os pensamentos podem ser aventureiros e empolgantes.

- Use afirmações positivas:

O educador e a criança podem fazer uma lista de pensamentos e frases positivas que ela possa repetir para si própria durante o exercício de relaxamento. Deixar que a criança apenas ouça estas frases positivas pode ser muito reconfortante e motivador.
Os pequenos ama essa atividade, faça a experiência, tenho certeza que será satisfatória.

Regina Gregório


























8 comentários:

  1. Eu já usei do relaxamento, usei de várias imagens, teve crianças que não aguentaram dormiram. A coisa mais linda do mundo é ver criança no seu sono.... Só acordou quando tocou o sinal para ir embora. Eu deixei!

    ResponderExcluir
  2. Regina, confesso que nunca usei técnicas de relaxamento específicas, o que às vezes faço é depois de uma atividade agitada, falar baixinho e pedir para todos relaxarem, se acalmarem. Vou tentar!

    Gostaria de saber se posso colar algumas postagens suas do meu blog (com os devidos créditos, claro!)

    Bjsss
    Fernanda

    ResponderExcluir
  3. Regina, gosto muito do seu blog. Estava mesmo a precisar ler algo como o que diz aqui. Obrigada pela sua partilha!

    ResponderExcluir
  4. Valeu gostei muito do blog,quando se fala de educação é isso que o nosso país precisa, deixo uma filosofia prá educação: "O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele." Abraço...

    ResponderExcluir
  5. Oi Regina, faz tempo que não nos comunicamos, tenho sentido falta. Você sabe que acompanho seu blog e que sempre gosto muito de suas postagens. Adorei essa algumas das técnicas de relaxamento para crianças que você coloca eu nunca havia pensado. Passarei a usá-las.
    Beijos e Feliz Pascoa.
    Gleide M. Teixeira Guimarães

    ResponderExcluir
  6. Olá.... enfim encontrei onde se comenta, no meu blog se comenta no final da mensagem... mas, vc não posta faz temponho né... quando der, dá uma visitinha no meu blog...

    e a Cecília Meireles? não vais colocar no seu blog?

    Abraços...
    Paulo Flavio de Andrade

    ResponderExcluir
  7. Olá Regina, passando pra desejar uma linda Páscoa pra vc.
    Bjks, amiga Genis.

    ResponderExcluir
  8. Lindo gostei, muito boa a postagem sobre o relaxamento para as crianças. bjss

    ResponderExcluir